[Voltar]

A Vaidade dos Cargos e Funções

O pavão da vaidade, se sobressai em nossas atividades quando almejamos e concretizamos o anseio por cargos e funções.
E com esse mando, lhes adora ser notado, consultados, as reuniões secretas...

Nesta alimentação dos seus eus, esquecem (adormecem ainda mais), que nestes assuntos do caminho esotérico, as travas
que a outros imputamos, é sua porta de entrada nos mundos infernais.

Adoram decidir destinos de pessoas, (seja o motivo justo ou injusto), para que o seus nomes sejam lembrados nos
bastidores e agrupamentos.

Se escondem, nas desculpas conhecidas, que ali estão pois não tinha mais ninguém para assumir o cargo ou função.
Na verdade, deliram com o chamado "poder" que o cargo ou função lhes proporciona.

Atuar conforme a vontade do Ser, e portanto da Loja Branca, exige do estudante um bom avanço no trabalho com os 3fatores.

Nossa auto-importância e orgulho, diz que somente nós podemos resolver tal ou qual situação.
Somente a minha forma de ver as coisas é a correta e tantas outras variantes de pensamentos.

Nisto o estudante, vai por uma trilha, que poucos voltam.
Será mais um justiceiro, mais um dono da verdade, mais um salvador.
Ou seja mais um com manias de grandezas.

Aos que usam as viseiras de cavalos, lhes serve a carapuça de seguidores.

Com os aprofundamentos na morte dos eus, atuar e ou agir com consciência, será uma normalidade para o estudante.

Esses cargos e funções, as receberá diretamente nos mundos internos.
Errar, vai errar, mas os acertos serão em maior grau.
Como bem sabemos, a consciência atua, conforme vamos trabalhando na liberação.

Temos que diferenciar o que é um pessoa assumir um cargo ou função porque lhe compete (tem os graus e méritos para isto), daquele que assume por vaidade.
Quando não compete a alguém o cargo e a função, vemos os erros, e mais erros que vão se acumulando.

Um vaidoso num cargo e ou função é muito perigoso.
Pois sua legião, será manipulada pela Loja Negra, e os resultados não serão nada bons.

Mas certamente, julga a um outro, o que lhe sobra.

Agora, ver com os olhos da consciência, exige também, de alguém uma atitude com tal capacidade de ação.

O diferente nisto, é que alguém com mais consciência, obedece a vontade do Ser, e por Ele, vai atuar.

A auto-importância, sai a olhos vistos...pois ou vai reagir, dizendo/pensando/justificando que lhe compete fazer o que os
outros não fazem, e ou vai reagir, dizendo que não esta sua altura esses afazeres.
Então, para se engrandecer ou para se menosprezar, atua a vaidade.

Com os 3fatores, como guia, simplesmente, a pessoa sabe porque sabe o que tem que fazer.

17/ago/2015

[Voltar]